SÉRIE OVNI - PORTAL DIMENSIONAL
por Lucilla- meridius@superig.com.br

Acabo de pular da cama com a química interior alterada.

Desde os fatos narrados anteriormente, a respeito do último contato visual e das respectivas coincidências subseqüentes, uma consciência ainda mais vasta da magnitude da vida e do nosso papel no plano divino tomou corpo, e assumiu o controle - um insuspeitado Portão Dimensional escancarou-se diante da minha visão, por onde ainda estou olhando meio boquiaberta, e me habituando de que até então tivesse passado meio despercebido, com toda a sua vasta realidade, e com os habitantes que a povoam - matraqueando sem parar, desde então, em volta de mim.

No Livro Azul Divino, de Perala, entre muitas outras revelações surpreendentes - principalmente as contidas nas mensagens dos seres extra-terrenos - há um aviso oportuno para todos os que se sentem portadores da sensibilidade inspirativa para canalizar as suas mensagens que chegam para nós - o que mais importa - seja através por que meio for, inclusive através de sonhos. Afora minha experiência já extensa com a mediunidade cristã-espírita, nunca anteriormente havia me deparado com tamanha sincronicidade entre vivências "palpáveis" e recados me atingindo de fora.

Antes mesmo de ler O Livro Azul Divino já vinha canalizando Kelfro, sem muita convicção da sua origem exata, e ainda na adolescência, como já mencionado, alguém me inspirara pela escrita mensagens estranhas e importantes, idênticas em conteúdo com os ensinamentos atualmente conhecidos das Hierarquias Cósmicas e de visitantes extra-planetários. Como consta nas mensagens contidas no Livro Azul..., Kelfro e outros, como Zoltan, já haviam explanado sobre o modo como eles buscam trabalhar sutilmente, por enquanto, nos "bastidores" do nosso planeta, sem ousarem aproximação mais drástica, em respeito às probabilidades de pânico nas reações de uma humanidade ainda criticamente despreparada para aceitar abertamente a presença extra-terrena no mundo - fator acentuado com a, até certo ponto, compreensível ocultação dos governos mundiais, se bem que haja pareceres de ufólogos respeitáveis no sentido de que nada justifica a desinformação das massas neste sentido, e que o melhor, acima de qualquer coisa, seria a verdade; ainda, meus comunicantes explanaram sobre o modo como trabalham com os realizadores no terreno da comunicação, como no das artes cinematográficas, que servem magistralmente de instrumento de implante das sementes de familiaridade com o assunto no subconsciente das populações - uma medida profilática, antes de tudo, contra o despreparo para com a realidade da presença deles, e um redutor da possibilidade de reações de pânico e de histeria na hora em que, afinal, fizerem sentir sua presença em nosso mundo de modo mais aberto.

Tudo isso já vinha sendo veiculado nos textos que tenho divulgado, e foi com uma mistura de prazer e de assombro que me deparei com a verdadeira enxurrada iniciática contida na obra O Livro Azul..., corroborando a autenticidade do nosso esforço, e confirmando tudo o que já caracterizava preliminarmente o meu trabalho colaborativo com a ostensiva parceria deles, a par da Espiritualidade que me assessora - mesmo que, quanto a eles, de forma sonambúlica a princípio.

É maravilhoso e formidável! Agora não tem mais fim. De lá pra cá, percebo a alteração drástica no nível de consciência atingindo de forma benígna até meu rítmo no cotidiano. Como disse, acabo de pular da cama com uma disposição de espírito - e mesmo orgânica, por assim dizer, vitaminada, (nunca, em nenhuma época, recusei a cama antes das oito da manhã, e, se me levanto antes por força das contingências familiares, ainda durmo mais um pouco depois) -, após mais uma noite de intensa troca com eles; sinto que vêm me passando instruções de contexto, sobre como e quando agir. A serenidade é a tônica. E indizível a sensação de que todo um monumental Portal se escancara, desvelando um banho de luz refulgente, e um universo estonteante, ainda mais vasto do que a minha consciência abrangia até então. Para dentro do Portal, a resposta que entrelaça todas as coisas realizadas anteriormente a possibilidades de ação muito mais amplas em prol do esclarecimento das pessoas acerca da pródiga riqueza da vida no Universo que nos circunda.

A sensação é a do retorno à puerilidade dos dias de crença no Papai Noel: que ele me trará em seguida? Qual a próxima magia? A aventura é instigante, irrecusável, e irresistível! Nosso mundo esfervilhante de vida, e para nós, aqui temporariamente confinados, tão imenso...E, de súbito, surge coisa maior; a convivência com as expressões da Vida se expandem!

Uma coisa é crer simplesmente em vida extra-terrena; outra, ainda, é vê-los esporadicamente de longe, nos seus veículos brilhantes; mas nada se compara a mergulhar nesta realidade de cabeça: experimentar, conviver - sobretudo, começar a se relacionar e interagir com esses seres maravilhosos que, em tocante demonstração de amor e de cidadania cósmica, vêm espontaneamente ao nosso encontro, com o único intuito de nos ajudar na travessia deste período de transição planetária difícil para a humanidade.

Aqui, portanto, encerro provisoriamente uma etapa restrita a comentários, narrações e dissertações sobre o assunto. Coloco-me à disposição para aquilo que mais importa, de acordo com as suas mesmas instruções que, segundo Kelfro e algumas mensagens lidas no Livro Azul..., asseguram a relevância do "conteúdo" das mensagens que nos transmitem, e não tanto da "forma" das mesmas - já que nos conduz à ascensão inevitável da qualidade da nossa própria consciência. E transmitirei, assim, sempre que possível e permitido, o que querem dizer para nós.

Aguardemos. Uma nova etapa da aventura apenas começa. Que seja portadora de muitas luzes e de entendimento para a fantástica e definitiva interação, a nível espiritual e cósmico, que nos aguarda, talvez em futuro não tão distante.

Com amor,
Caio Fábio Quinto e Lucilla